+55 (11) 4071-6671 (11) 97639-7654

Pressurizador de água - Saiba como escolher o seu

O pressurizador é um produto ideal para solucionar problemas de pressão de água e também realizar a distribuição ou transferência de água de um ponto para outro.

Os pressurizadores de água são aplicados em inúmeras situações como por exemplo na área de saneamento básico (concessionárias públicas), indústrias, hotéis, hospitais, academias, edifícios residenciais e comerciais, condomínios horizontais e residências. Muitos equipamentos utilizados na indústria e também em residências como aquecedores de passagem, necessitam de pressão “elevada” para funcionamento.

Os equipamentos normalmente são compostos por uma ou mais bombas com controle de vazão ou pressão. Basicamente são três os tipos de comando:

Fluxostato: É um sensor que ativa o funcionamento da bomba toda vez que houver fluxo de água, ou seja, quando é aberto um ponto de consumo ocorre a passagem de água pelo fluxostato, neste momento ele emite um sinal para a bomba ligar, quando ocorre o fechamento do ponto o fluxostato corta a alimentação fazendo a bomba desligar.

Pressostato: O controle é realizado através da pressão, ou seja, a rede de água é mantida com determinada pressão, havendo ou não consumo, entretanto, toda vez que houver queda da pressão, o sistema é acionado até atingir a pressão definida, isso normalmente ocorre somente quando o consumo de água é interrompido. Existem alguns sistemas no mercado que desligam a bomba somente quando não há fluxo independentemente da pressão. Estes sistemas são conhecidos como duplo comando, o equipamento liga por pressão e desliga por fluxo. Em todo sistema controlado por pressostato é necessário que haja uma válvula de retenção que normalmente acompanha os equipamentos.

Inversor de Frequência: Controla de forma inteligente a pressão da água, mantendo-a sempre constante, independentemente da vazão de consumo, assim como o Pressostato, os sistemas controlados por inversor de frequência mantem a rede com pressão, entretanto, a bomba trabalha com a rotação variável de acordo com a vazão necessária.

Sistemas convencionais controlam apenas o liga e desliga dos motores, ou seja, a bomba trabalha sempre na rotação máxima, já nos sistemas com inversor de frequência, caso a demanda seja pequena, a bomba estará trabalhando numa rotação menor economizando muito mais energia.
As vantagens dos sistemas com inversor de frequência são incontestáveis, as bombas além de economizar muito mais energia, permitem a seus usuários muito mais conforto, haja vista que não há variação de pressão, sem contar com a vida útil e as proteções elétricas que o sistema oferece, normalmente não inclusas nos sistemas convencionais.

A instalação dos equipamentos de pressurização deve ocorrer em locais protegidos contra intemperes e em caso de lajes de cobertura deve prever uma caixa de contenção com dreno e a impermeabilização do local.
Apenas os modelos comandados por pressostato e inversor de frequência poderão realizar a pressurização de baixo para cima.

Consultar sempre o fabricante para casos onde a sucção é negativa.

Matérias

Megapress Pressurizadores - comercial@megapress.com.br -
+55 (11) 4071-6671
(11) 97639-7654