Dicas para escolher um pressurizador de água

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Já abriu a torneira para lavar a louça e percebeu que há pouca quantidade de água saindo? Em uma residência, este problema pode acontecer ao acionar a descarga, tomar banho ou fazer outras tarefas. Provavelmente, esse imóvel precisa da instalação de um pressurizador de água – responsável por enviar mais pressão e fazer a água chegar com intensidade aos moradores.

Em outras palavras, o pressurizador de água faz parte de um sistema inteligente e muito útil para o equilíbrio da pressão da água para que ela chegue nos pontos de consumo de uma forma eficiente para evitar problemas de abastecimento.

Além das residências, os pressurizadores de água são aplicados em inúmeras situações como, por exemplo, indústrias, hotéis, hospitais, academias, edifícios comerciais. Aliás, muitos equipamentos utilizados na indústria necessitam de uma determinada pressão para funcionamento. 

 

Tipos de pressurizadores de água

Os pressurizadores de água normalmente são compostos por uma ou mais bombas com controle de vazão ou pressão e, basicamente, são três os tipos de comando:

 

  • Pressurizador com acionador fluxostato: É um sensor que detecta automaticamente o fluxo de água e inicia o funcionamento da bomba. Ao contrário, quando ocorre o fechamento do ponto, o fluxostato corta a alimentação e a bomba desliga.

 

 

  • Pressurizador com acionador pressostato: O controle é realizado pela pressão. Este sistema é conhecido como duplo comando – o equipamento liga por pressão e desliga por fluxo. Todo sistema controlado por pressostato é necessário que haja uma válvula de retenção que, normalmente, acompanha os equipamentos.

 

  • Pressurizador controlado por inversor de frequência: Controla de forma inteligente a pressão da água, mantendo-a sempre constante, independente da vazão de consumo. Assim como o Pressostato, os sistemas controlados por inversor de frequência mantém a rede com pressão. Entretanto, a bomba trabalha com a rotação variável de acordo com a vazão necessária.

 

 

Dicas para escolher um pressurizador de água

 

  • Ruído: A intensidade do barulho nos pressurizadores de água é uma das principais reclamações das pessoas. Para evitar a necessidade de ouvir os barulhos da tubulação recebendo água de forma constante é válido investir um pouco mais nas versões que trabalham com menos ruídos.

 

 

  • Economia: Verifique se o pressurizador de água consome muita água ao ponto de encarecer as contas. Não adianta comprar o pressurizador de água mais potente do mundo quando o consumo de água é abundante. Equilibre e analise os investimentos.

 

 

  • Pontos: O pressurizador deve ser potente na medida que existe menos ou mais vazão de água no ponto de saída – esta é uma regra que não muda. No entanto, se o ponto de saída de água tem pouca pressão, não tem jeito, será preciso comprar uma versão com mais potência.

 

 

  • Corrosão: Um pressurizador de água qualitativo é aquele que possui materiais resistentes à corrosão. Quando a versão não tem qualidade o resultado quase sempre consiste no desgaste capaz até de prejudicar a efetividade dos trabalhos do aparelho. Atenção aos materiais dos pressurizadores!

 

 

A Megapress se consolidou no mercado por desenvolver e fabricar sistemas de pressurização de água e automação em que o foco principal é o de oferecer soluções com conforto, economia, sustentabilidade e confiabilidade.

Atuamos em todo o território nacional. Atendemos projetistas, construtoras e instaladores hidráulicos.

Consulte nossas linhas de pressurizadores de água AQUI

Se preferir, fale com um de nossos consultores AQUI

Teremos o prazer em atendê-lo,

Até breve!